CUIDADOS COM FILHOTES

 

Quem quer ter um animal de estimação ou mesmo para quem já são proprietário de um aqui vão algumas dicas importantes sobre cuidados básicos. Além da escolha da raça e do temperamento do filhote, outras medidas se fazem necessárias para garantir boa saúde e crescimento adequado.

Outra questão muito importante que você deve cuidar. Filhotes têm necessidades nutricionais diárias que precisam ser supridas e somente o alimento industrializado (ração) pode fornecê-las. Você não deve fazer economia neste assunto, pois se a alimentação não for adequada o filhote terá sua saúde e crescimento comprometidos. Ele poderá ter varias complicações, como, por exemplo, diarreia, vômitos, e desidratar devido alguns alimentos não apropriados.

Existem várias marcas de ração no mercado (standard e Premium), com sabores variados, mas o importante mesmo é avaliar se a ração tem bons níveis de proteína, cálcio e sais minerais. Nunca dê restos de comida, massas, molhos, temperos, etc. Apenas a ração. Podendo completar com patê próprio para filhotes, e caso seja muito novinho existem leites no mercado que são próprios para desmame de filhotes, que ainda não conseguem comer ração.

  • Preparando a casa nova do seu cachorro

Os proprietários do filhote de cachorro estão sempre preocupados em fornecer o melhor para seu filhote de cachorro. Esse manual do filhote de cachorro, trata-se de um roteiro para fornecer informações para ajudá-lo. Seu novo cachorro recebeu atendimento ideal a partir do nascimento. Todos os nossos filhotes têm sido tratados com a alimentação adequada e têm sido socializados, a fim de ser mentalmente estável e pronto para a transição para sua casa. Os filhotes foram todos examinados por um veterinário e têm suas Vacinas em dia e check-ups de saúde .  Mesmo assim, você precisa sempre marcar  consulta com seu veterinário, para manter seu filhote sempre saudável.

  • Fazendo a sua casa segura

Assim como com um bebê, você precisa ter certeza de que toda a casa está a salvo de qualquer coisa que o cachorro pudesse  ferir-se.  Você deve avaliar se existem cabos elétricos expostos que possam ser mastigados. Verificar  se existe algum lugar que o seu cachorro pode ficar preso ou talvez cair.  Nunca deixe  o seu cachorro passar tempo ao ar livre sem supervisão. Olhe em torno de seu quintal, veja se há buracos, onde o seu cachorro pudesse escapar.  Não deixe no baixo fertilizante não químico, herbicidas e inseticidas ao seu alcance. e mantenha longe plantas venenosas.

  • Equipamentos básicos necessários antes da chegada do filhote:


Alimentos e água: tigelas de aço inoxidável  são duráveis ​​e não criam ferrugem. Filhotes com dentição irão mastigar alguma coisa em vista, que pode ser um problema quando se utiliza plástico. O aço inoxidável é também mais higiênico do que o plástico. Coleira e guia: Eu prefiro os tipos arnês como eles são mais seguros no pescoço de cachorro. Grooming: Você vai precisar de um pente aço e escova Pino. Grooming seu cachorro a cada dia, isso irá lhe ensinar a gostar de ser tratado por pessoas. A melhor época para fazer isso é quando o cachorro está com sono, pois ele irá ele vai desfrutar de seu carinho. Brinquedos: Certifique-se que é um brinquedo seguro!

  • Juntos em Casa

Certifique-se de todos que entram em contato com o filhote de cachorro sabem os perigos de um filhote de cachorro caindo. Nunca deixe filhote sem a supervisão onde possa cair. As pessoas que manipulam filhote de cachorro no sofá precisam estar cientes de cachorro vai tentar se contorcer e pode cair. Então, existe   perigos que podem acontecer a um filhote de cachorro sem supervisão.

Apresentando Crianças: As crianças muitas vezes não percebem a necessidade de ter muito cuidado com um filhote de cachorro de pequeno porte. Um adulto responsável deve sempre estar lá para supervisionar quando as crianças estão brincando com um filhote de cachorro ou reunião. Quando você traz o seu cachorro para casa, é sempre uma boa ideia ter as crianças se sentar e deixar que o cachorro venha a elas. Explicar que não deve assustar o cachorro movendo rapidamente ou fazer ruídos altos. Eles não deveriam se apressar no cachorro ou tentar pegar o cachorro para cima. Explique que, enquanto está sentado no chão, o cachorro provavelmente vai subir com eles de qualquer maneira.

Apresentando outros cães: Tente introduzir os cães em uma área neutra. Certifique-se de ambos os cães são supervisionadas e eles podem ser controlados por você. Deixá-los cheirar e investigar uns aos outros. Dê-lhe bastante tempo para se acostumar com o cachorro. Os cães têm suas próprias regras, e certamente vai deixar o seu filhote sabe quais são as regras. Eles vão fazer isso da mesma forma que o filhote da mãe ajudou-o a aprender por rosnar.

Junto a cama animal de estimação deve ser colocado uma tigela de comida e água fresca. Dê ao seu novo cachorrinho uma chance de aliviar-se. A viagem para casa foi estressante para o seu cachorro. Também dê uma chance para conhecer seu novo ambiente.

Não dê a seu filhote de cachorro novo muita liberdade. Lembre-se que um filhote de 12 semanas tem uma extensão de atenção de cerca de 1 segundo, ele vai esquecer onde está.

  •  Dental Cuidados

Os dentes temporários vão cair facilmente e muitas vezes não são encontrados. Ocasionalmente, Dentes temporários persistem ao lado dos dentes adultos e podem ser extraídos para evitar extravios e deterioração dos dentes do adulto. Fases dentição: erupção dos dentes temporários 1 mês, a erupção dos dentes permanentes 4 meses, os dentes caninos permanentes 5-6 meses.

  • Assistência médica veterinária

Vacinações: O seu novo cachorrinho vai chegar. O Filhote receberá a primeira inoculação em torno de 45 dias de idade. Filhotes precisam repetir as vacinas com intervalos de  3 semanas.
Obs: Procure um veterinário para poder dar vacina no seu filhote.Verifique  nossa página sobre vacinas.
Caso o seu cachorro tenha uma reação à vacina, como, por exemplo, febre, fique sem alimentar-se, procure o veterinário para saber o que pode ser feito.

  •  Perigo Sinais de saúde

Apesar do excelente cuidado que você está dando o seu novo cachorrinho, ele ainda pode ficar doente. Você deve saber o seu cachorro bem o suficiente por este tempo para reparar imediatamente quaisquer alterações em seu comportamento. A seguir, alguns sinais procurar:

-Recusa em comer, sem motivo aparente
-Aumento de sono, não querendo brincar, ter o comportamento letárgico
-Revestimento maçante, os olhos nublados, nariz seco
-Espirros constantes, tosse, engasgos e  balançar a cabeça
-Diarréia
** Sinais graves **
Sangue nas fezes
Gengivas ficam brancos.

  • hipoglicemia  

Problema comum com todos os cachorros.Facilmente tratável nas fases iniciais
Fatal se for permitido ao progresso . A glicose é o açúcar "simples" que o corpo utiliza para o combustível para executar suas várias funções. Açúcar de mesa ou sacarose, é composto por dois açúcares simples, glicose e frutose, e pode ser dividido rapidamente depois de comer. Todos os açúcares são carboidratos. Grãos também são carboidratos, mas são considerados "complexos" carboidratos porque eles têm muitos componentes mais e demorar mais tempo a ser quebradas. O corpo usa a glicose como fonte de energia primária de ácidos graxos, por exemplo, que o corpo acessos por quebra da glicose no sangue é inferior ao normal, a função do cérebro é a primeira a mostrar sinais. O fígado é responsável pela fabricação de glicose e para armazená-lo numa forma utilizável, para a liberação na corrente sanguínea, conforme necessário. Tecidos musculares armazenar alguns dos materiais importantes usados ​​neste processo. Portanto, uma séria anormalidade hepática, ou massa muscular insuficiente pode tornar difícil para o corpo para manter o seu açúcar no sangue devidamente regulamentado.

  • Causa

Hipoglicemia pode ocorrer sem aviso quando um filhote de cachorro vai para uma nova casa, perde uma refeição, ou não comer refeições completas. Outras razões poderia ser que eles não podem comer muito de uma só vez, e literalmente sem combustível rapidamente, sendo refrigerado, ou até mesmo a exaustão de muitas brincadeiras podem fazer com que o corpo a utilize  mais açúcar do que está disponível. Mesmo um breve período de jejum em um filhote de cachorro pode desencadear um ataque de hipoglicemia.

  • Sintomas

Sinais de um ataque é depressão, fraqueza, confusão, marcha cambaleante, salivação excessiva formação de espuma ou da boca, às vezes até mesmo uma convulsão e drenagem de sangue da cabeça. A cabeça parece estar inclinada para um dos lados e não podem segurá-la. O pescoço duro e aparece em uma posição de bloqueio, o corpo pode aparecer em breve da mesma maneira. Os dentes podem ser apertados em conjunto. A verificação das gengivas irá mostrar-lhes a ser pálido quase branco um acinzentado ao invés de uma rosa saudável e brilhante. Filhote de cachorro fica mais lento, Atos apático. Filhote de cachorro pode começar a tremer ou calafrio, tremor é seguido por um olhar vazio. Filhote de cachorro pode, então, estava do seu lado. O cachorro pode entrar em choque, convulsões, convulsões ou coma que pode resultar em morte se não for cuidado imediatamente e corretamente. Seu corpo será mole e sem vida. Temperatura do corpo vai ser abaixo do normal.

  • Problemas comuns Saúde

Diarréia: causas possíveis: dieta errada, ou mudança repentina na dieta, bactérias, vírus, nervosismo, infecção, intoxicação Obstipação: Possíveis causas: pouca água, stress
Infecções de ouvido: Os sinais de uma infecção no ouvido: cabeça excessiva agitação, inclinando a cabeça, coçar constantemente os ouvidos, aumento da secreção de cera de ouvido

  • Parasitas internos:

-Sinais de vermes redondos: inchaço, soluços, falta de apetite, convulsões, apatia
-Sinais de tapeworms: perda de peso, cãibras musculares, arrastando sua extremidade traseira ao longo do chão (também pode ser um sinal de que as glândulas anais precisa expressar)
-Sinais de ancilostomídeos: anemia severa resultante para gengivas pálidas, revestimento maçante, fraqueza generalizada ou letargia, e perda de peso considerável.
-Sinais de Whipworms: perda de peso, dor abdominal, desidratação e anemia. Fezes podem ser aquosa ou sanguinolenta.

  • Alimentação

Ração usada ração cibau puppy

Água:   se certificar que seu cachorro tem acesso à água potável em todos os momentos. É bom acrescentar cerca de uma tampa cheia de vinagre orgânico de maçã à água para ajudar a respiração cães e é muito bom para o seu sistema imunitário. A tigela de água deve ser limpa diariamente com água muito quente e detergente para evitar o acúmulo de bactérias.

  • higiene

Escovar os pelos regularmente. Observar atentamente a pele e os pelos e se notar falhas, descamações da pele ou coceira, procure seu veterinário.Limpar os ouvidos do filhote a cada 15 dias, usando cotonete ou algodão umedecido com óleo mineral. Cortar as unhas a cada 10 dias, com cortador próprio.

Os banhos devem ser evitados, podendo dar banho 1 vez por mês até os 4 meses de idade. Neste intervalo use lenços umedecidos para limpar o filhote. Você pode usar sabonete ou shampoo neutro próprio para cães, ou mesmo shampoos que são os indicados para filhotes. Proteger bem os ouvidos com algodão, usar água morna e secar o filhote com secador.

Após os 4 meses manter os intervalos entre os banhos de 10 para cada banho. Usar roupinhas nos dias mais frios.

  • vacinas

Cuidados básicos para garantir crescimento adequado e proteger o animal de doenças.

As Vacinas

Aos 45 dias de vida: vacina V10 –

Após 21 da primeira vacina: reforço da V10 –

Após 21 da segunda vacina: reforço da V10 –

Aos 5 meses e 1/2 de idade: Vacina contra Raiva

Pulgas, carrapatos, dermatite seborreica e outros problemas de pele devem ser tratados assim que observados pelo dono. Visitas frequentes ao veterinário são necessárias, tanto na infância quanto na idade adulta.

  • vermes

O esquema ideal de vermifugação

2 semanas após o nascimento –

Repetido com 4 semanas –

Repetido com 8 –

Repetido com 12 semanas –

Repetido com 4 –

Repetido com 5 –

Repetido com e 6 meses –

Os cachorros adultos devem ser vermifugados pelo menos 3 vezes ao ano ou conforme orientação do seu veterinário. O ideal é que o cachorro seja vermifugado 4 vezes por ano em intervalos de 3 meses.

Um excelente vermífugo chama-se Fenzol, olhe a bula para verificar a idade que pode tomar!

 

 

Dicas e cuidados

HIGIENE E ESTÉTICA



O tempo gasto na tarefa de escovar seu cãozinho vai diminuir gradativamente. As escovas ideais para o Maltês são as de cerdas duras, uma escova de pinos de aço longos também pode ser útil.
Evite cerdas de nylon, elas quebram os pêlos.
O Maltês deve ser escovado enquanto seco. Comece pelo quarto traseiro, passando para o quarto dianteiro. Seque o corpo e a cauda primeiro, deixe a cabeça por último. Certifique-se que todas as camadas da pelagem estão secas.
Nas primeiras vezes é aconselhável que peça ajuda a um criador ou profissional acostumado a esse trabalho, mas com vontade você logo aprende os macetes. Após secar seu cãozinho, use um pente de aço.
Não esqueça de marcar bem a linha divisória do pêlo desde a cabeça, passando pelo centro do pescoço, seguindo pela espinha dorsal até o rabo.
Segundo a criadora Eliana Bernardo, do canil Chien Trés Joli, o filhote tem que tomar no mínimo três banhos por semana para estar sempre limpo.
Como ele é branco, se ficar encardido, o banho vai ter que ser mais demorado e, portanto, mais incômodo para o cachorro. Se você conseguir manter a limpeza de seu Maltês com banhos rápidos, passando uma mão de xampu no filhotinho todas as vezes que ele ficar levemente sujinho, você evita banhos demorados.
Ele precisa se familiarizar com escova, pente, secador lacinhos e mãos tocando-o durante todo tempo.
As patinhas do Maltês também merecem atenção, entre as almofadinhas plantares das patas dianteiras e traseiras nascem pêlos que se não forem aparados podem causar problemas de postura. O animalzinho tem que ter firmeza ao caminhar e os pêlos fazem com que ele escorregue e apóie errado o membro. É simples, com uma tesoura aparam-se os pêlos. Se tiver medo de machucá-lo, peça ajuda a um profissional. No caso dos pelos estarem ressecados nas pontas é aconselhável que se tose cerce de um cm e hidrate com óleo de lavanda. Se a pelagem tiver uma falha muito grande causada por alergia ou acidente, o melhor a fazer é tosar totalmente, para o pêlo crescer por igual.
A maior causa de nós nos pêlos é a sujeira. O cãozinho que vive sempre ao ar livre vai ter mais problemas, mas não se desespere, se você acha que a manutenção do pêlo longo será muito difícil, você pode encurtá-lo até um comprimento de mais fácil manejo, não esquecendo que os cuidados devem ser os mesmos.
O ouvido do Maltês é muito sensível, evite deixá-lo molhado ou sujo. Após o banho passe uma haste de algodão, com cuidado.
Certifique-se sempre que os ouvidos estão bem secos e limpos, evitando inflamações. Um Maltês deve ser escovado da cabeça à cauda, prestando atenção a cada parte, principalmente as que tendem a embaraçar mais facilmente, como atrás das orelhas, abaixo do cotovelo e no quarto traseiro. A escovação deve ser feita com cuidado para ano puxar e quebrar os fios. Para ter uma pelagem perfeita, o Maltês requer muito tempo e paciência. Mas aos poucos você vai se acostumar.
Ao dar banho em seu cãozinho é preciso cuidado para não resfriá-lo e na hora da secagem não danificar o delicado pêlo com temperatura alta do secador.
Na hora do banho é recomendável que se coloque um algodão em cada ouvido para evitar umidade. Não deixe que ele tome vento depois do banho, evitando, assim, uma inflação nos ouvidos.
O banho deve ser dado sempre que necessário.
Existem xampus importados especialmente desenvolvidos para o Maltês. Caso não seja possível escolha xampu e condicionador neutro, de preferência da linha infantil.
O Maltês tem a pele muito sensível, por isso quanto mais suave o xampu menor a possibilidade de irritações e alergias.
Os xampus branqueadores realmente deixam os pêlos do Maltês brancos, mas não devem ser usados com freqüência, por que o efeito acumulativo pode prejudicar a pele e o pêlo. O lugar ideal para dar banho é em casa. Ele pode inclusive tomar banho em casa a vida inteira, só que a pelagem começa a dar um pouco mais de trabalho aos cinco meses de idade e, portanto, é preciso ter cuidado e talvez procurar ajuda de profissionais de estética. Após o banho, você deve tirar os nós dos pêlos do seu cachorro, a própria água pode deixar nós apertados e difíceis de remover.
Quando o banho terminar, seque levemente seu cachorro com uma toalha e depois com o secador. Sempre use ar morno. O ar quente tende ressecar o pêlo deixando-o opaco e quebradiço. A hora de secar seu cãozinho é que vai determinar sua aparência final, não basta um ótimo xampu, se você não souber secá-lo corretamente.
Os cuidados e a manutenção da pelagem do Maltês requer muita paciência. A falta de zelo acarreta nós no pêlo, embaraçando-o e tornando mais difícil a hora de pentear. A escovação periódica deve ser feita desde filhote, principalmente para que ele se acostume com o demorado ritual de escovação pelo qual vai passar quando adulto.

 

ALIMENTAÇÃO


A melhor alimentação para um filhote é uma ração de boa qualidade, porque nela encontram-se todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento do seu cãozinho. As rações são balanceadas e oferecem qualidade na alimentação. Independente da quantidade que o filhote ingerir, ele vai estar sempre bem alimentado. Até os dois meses de idade, ofereça ração umedecida, a partir dos dois meses de ração seca. Não deixe a panelinha de ração umedecida à disposição do filhote por mais de duas horas, ela pode fermentar e fazer mal a ele.
O filhote deve comer a vontade, mas para educá-lo a ter hora certa para evacuar é preciso tirar a panela de ração depois que ele comer o suficiente. Isso deve ser feito somente após os três meses de idade.
Dar um pedacinho do que você está comendo não fará mal, mas seria melhor que não acostumasse o cachorro com esse tipo de mimo.
A ração é um alimento completo. Os petiscos próprios para cães são bem-vindos, tanto os biscoitos, quanto os bifinhos encontrados em diversos sabores.

  • Tendência para engordar:

A raça tem tendência para engordar, até porque a estrutura do Maltês é para ser gordinho, forte. Ele é socado e tem pescoço curto. Mas cuidado, ele tem tendência para engordar por falta de atividade, pois é um pouco preguiçoso. Por outro lado, ele não necessita de exercícios, o Maltês gosta de dormir, ficar em casa. Ele até anda para acompanhar seu dono, mas logo senta e pede colo. O melhor a fazer é alimentá-lo com boa ração e brincar com ele, colocá-lo em movimento mesmo que seja para correr atrás de um brinquedinho durante 15 minutos por dia, talvez assim, nem dono nem cãozinho tenham problemas de peso.

 

PROBLEMAS COMUNS A RAÇA


  • OTITE: inflamação nos ouvidos

O ouvido de um cachorro é uma estrutura delicada que pode infeccionar mais facilmente em cães como o Maltês, que tem as orelhas caídas. Fique atento! Quando seu cãozinho sacudir ou coçar muito as orelhas, manter a cabeça pendendo para um lado ou ter mau cheiro, ele pode estar com algum problema nos ouvidos. As causas de infecção são várias: sabonete, água, ácaro, alergia e excesso de cera. Ouvido limpo e seco é ouvido saudável.

  • DESVIO DE PATELA: problemas nas rótulas

É causado por excesso de peso e piso excessivamente liso. Isso faz com que o cachorro se esforce mais para não escorregar e acaba prejudicando a postura. A prevenção é controlar o peso do cãozinho e preferir pisos mais ásperos, para facilitar sua andadura. Para curar, é preciso um tratamento com antiinflamatórios e procurar manter o cachorro num pequeno espaço para evitar movimentos bruscos, como pulos e corridas.

  • FORMAÇÃO DE TÁRTARO:

A única maneira de se prevenir à formação de tártaro no cachorro é a limpeza freqüente de seus dentes. A partir dos oito meses de idade, você deve limpar os dentes do seu cãozinho com uma gaze, duas vezes por semana. Esse procedimento é o suficiente para evitar o tártaro. Para facilitar a limpeza, comece a limpar os dentinhos logo de pequenininho. Assim, quando ele tiver oito meses, já vai estar acostumado com isso.

  • ECLÂMPSIA:

Acontece quando a cadela tem febres de 42 graus e convulsões causadas pela descalcificação muito rápida, que pode ocorrer durante a amamentação, podendo até levar a morte. O problema é controlado com cálcio ainda durante o final da gravidez. Mas não esqueça, peça sempre a orientação de um veterinário. Prevenir é o melhor remédio.

  • GRAVIDEZ PSICOLÓGICA:

A Maltês em especial tem uma necessidade muito grande de ter cria. Por isso é comum que algumas tenham a famosa gravidez psicológica. O dono pode detectar facilmente os sintomas. A cadela faz ninhos com brinquedos como se fossem filhotes, suas mamas enchem-se de leite e tudo leva a crer que ela está passando por uma gravidez. Esses distúrbios hormonais e psicológicos são causados pelo seu forte instinto maternal. Uma cadelinha que não cruzou pode ter gravidez psicológica só de ver outras com seus filhotes.

  • MANCHAS DE LÁGRIMAS:

Durante o nascimento dos dentes, a lágrima tende a ser mais ácida, colorindo o pêlo. Caso as manchas apareçam no adulto, deve-se procurar ajuda médica para identificar a causa. Muitos veterinários acreditam que seja um problema hereditário.
Manter os pêlos fora dos olhos, colocando lacinhos, ajuda a prevenir a formação de manchas.