MALTÊS

 

Nome:MALTÊS Nome 2 :MALTESE Nome 3 : Padrão não comenta
 
Origem: Região Mediterrânea Central. (Patronato: Itália)
Nome de origem: Maltese;
Utilização: Companhia.
 
ASPECTO GERAL - de tamanho pequeno, corpo alongado. Coberto por uma pelagem branca muito longa, muito elegante com um porte da cabeça notável e orgulhoso.
PROPORÇÕES - o comprimento do tronco é 38% maior do que a altura na cernelha.
- o comprimento da cabeça é igual a 6/11 da altura na cernelha..
TALHE  
• Altura da Cernelha
Macho: Altura Máxima - 25 cm
Altura Mínima - 21 cm
Altura Ideal - padrão não comenta.
Fêmea: Altura Máxima - 23 cm
Altura Mínima - 20 cm
Altura Ideal - padrão não comenta.
• Comprimento - 38% maior que a altura na cernelha.
• Peso - de 3 a 4 quilos.
TEMPERAMENTO - vivo, afetuoso, muito dócil e muito inteligente.
PELE - muito ajustada em todas as regiões do corpo. Pigmentada com manchas escuras e com manchas de cor vinho avermelhadas, especialmente no dorso. As bordas dos olhos, a terceira pálpebra e os lábios são pretas.
PELAGEM - Pêlo: denso, brilhante, lustroso - caindo pesadamente e de uma textura sedosa, muito longo em todo o corpo; reto em todo seu comprimento, sem sinal de ondulação ou cacheado. Sobre o tronco deve ser mais longo do que a altura da cernelha e cai pesadamente para o solo, como uma capa com bom caimento sobre o tronco sem se abrir ou formar flocos ou mechas. Flocos ou mechas são aceitáveis nos membros anteriores, dos cotovelos às patas e nos posteriores dos joelhos às patas. Não tem subpelagem. Na cabeça, o pêlo é muito longo, como também, no focinho onde ele se mistura com o pêlo da barba, também no crânio de onde ele cai até misturar com os pêlos que cobrem as orelhas. Na cauda, os pêlos caem para trás de um lado do corpo, quer dizer, sobre um dos flancos e sobre as coxas, de um comprimento tal que atinja os jarretes.
COR - branco puro; um pálido tom de marfim é permitido. Manchas pálidas de nuanças laranja são toleradas, mas indesejáveis e constitui uma imperfeição.
CABEÇA - comprimento é igual a 6/11 da altura na cernelha. É mais para larga, excedendo ligeiramente à metade de seu comprimento.
• Crânio - levemente mais longo que o focinho; largura bizigomática igual ao comprimento e maior a metade do comprimento da cabeça. No sentido sagital o formato é muito levemente ovalado; o topo do crânio é plano, com uma crista occipital muito sutilmente marcada; a protuberância dos seios frontais e das arcadas superciliares é bem desenvolvida; o sulco frontal e tão pouco marcado que se torna imperceptivel; as faces laterais dos ossos parietais são ligeiramente convexas.
• Stop - fortemente marcado, fazendo um ângulo de 90°.
• Focinho - o comprimento do focinho é igual a 4/11 do comprimento da cabeça; portanto, ligeiramente menor do que sua metade. A região sub-orbital é bem cinzelada. Sua profundidade é 20% menor do que seu comprimento. As faces laterais do focinho são paralelas, mas o focinho, visto de frente, não deve parecer quadrado, tendo em vista que a face anterior se une às laterais por meio de curvas. O focinho é retilíneo com um sulco bem marcado na sua parte central.
• Trufa - no prolongamento da cana nasal; vista de perfil, sua face anterior é vertical. Volumosa com narinas abertas, arredondadas e absolutamente pretas.
• Lábios - vistos de frente, os lábios superiores têm, na junção, o formato de um arco muito aberto. São pouco desenvolvidos na profundidade e a comissura labial não é visível. O lábio superior se adapta perfeitamente ao lábio inferior, a tal ponto que o perfil inferior do focinho é definido pela mandíbula. As bordas dos lábios são absolutamente pretas.
• Bochecha - Padrão não comenta
• Mordedura - normalmente desenvolvidos, de aspecto leve e perfeitamente adaptados. A mandíbula, com os ramos retos, nem proeminente, nem recuada na região anterior. As arcadas dentárias são adaptadas e os incisivos articulados em tesoura. Dentes brancos, dentadura bem desenvolvida e completa.
• Olhos - abertos, de expressão viva e atenta, maiores do que se imagina; tendem a ser redondos. Pálpebras estão em contato justo com o globo ocular nunca profundamente inseridas, mas no plano da pele, levemente protrusos. Inseridos em um mesmo plano quase frontal. De frente, não devem mostrar a esclerótica (o branco dos olhos); cor ocre escuro; bordas das pálpebras pretas.
• Orelhas - quase triangulares; suas larguras são mais ou menos 1/3 de seus comprimentos. São inseridas altas, acima do arco zigomático, pendentes, caídas rentes as laterais do crânio, pouco erguidas.
PESCOÇO - embora coberto por uma pelagem abundante, o contorno da nuca é bem visível. O perfil superior é arqueado. Seu comprimento é aproximadamente a metade da altura na cernelha. É portado erguido e não apresenta nenhuma pele solta.
TRONCO  
• Linha superior - reta, até a inserção da cauda.
• Cernelha - ligeiramente elevada acima da linha superior.
• Dorso - comprimento aproximadamente 65% da altura na cernelha.
• Peito - amplo; descido abaixo o nível dos cotovelos. Perímetro torácico 2/3 maior do que a altura na cernelha. Região do esterno muito longa.
• Costelas - pouco arqueadas.
• Ventre - Padrão não comenta
• Lombo - Padrão não comenta
• Garupa - no prolongamento da linha dorso-lombar, a garupa é muito larga e longa; sua inclinação é 10° abaixo da horizontal.
MEMBROS - descriçao de membros
Anteriores - muito próximos ao tórax; os membros ficam retos e paralelos.
• Ombros - seu comprimento representa 1/3 da altura na cernelha e sua inclinação com a horizontal é de 60° a 65°.
Em relação ao plano mediano do corpo quase vertical.
• Braços - mais longos do que os ombros, medindo 40 a 45% da altura da cernelha. A angulação é de 70°. Bem próximos do tórax nos seus 2/3 proximais e sua direção longitudinal é quase paralela ao plano mediano do corpo.
• Cotovelos - paralelos ao plano mediano do corpo.
• Antebraços - secos com poucos músculos visíveis, mas com uma ossatura bastante robusta em relação ao tamanho da raça.
• Carpos - no prumo do antebraço, flexíveis; sem nodosidade; revestidos com uma pele fina.
• Metacarpos - mesmas características dos carpos e por serem curtos são verticais.
• Patas - redondas, dedos fechados e arqueados, almofadas plantares e digitais, pretas; unhas devem ser pretas ou pelo menos de cor escura.
Posteriores - de ossatura robusta; paralelos e vistos por trás, verticais, da ponta da garupa ao solo.
• Coxas - fortemente musculosas e sua borda posterior é convexa. Paralelas ao plano mediano do corpo, sua direção desde acima até abaixo e detrás até a frente, é um pouco oblíqua em relação à vertical. Seu comprimento é aproximadamente de 40% da altura na cernelha e sua largura é ligeiramente menor do que seu comprimento.
• Joelhos - Padrão não comenta
• Pernas - com uma canela pouco visível entre o tendão e o osso, sua inclinação com a horizontal é de 55º. São ligeiramente mais longas que as coxas.
• Metatarsos - a angulação do jarrete é de 140°.
• Jarretes
 
- a distância do solo até a ponta dos jarretes é ligeiramente maior que 1/3 da altura na cernelha. Seu comprimento corresponde a altura do jarrete. São perfeitamente aprumados.
• Patas - com características idênticas à dos anteriores.
CAUDA - inserida ao nível da garupa, espessa na raiz e fina na ponta. Seu comprimento corresponde a mais ou menos 60% da altura na cernelha. Forma uma única curva grande, cuja ponta cai entre as ancas, tocando a garupa. A cauda curvada para um dos lados do corpo é tolerada.
MOVIMENTAÇÃO - uniforme, rasante, fluente, com passadas curtas e muito rápidas no trote.
DESQUALIFICAÇÕES - Padrão não comenta